Posts arquivados em: Tag: tempo para você

Estilo de Vida

A necessidade do tempo para você mesmo

16 de abril de 2019

Para quem nos conhece, vocês sabem que meu marido tem um trabalho que o obriga a passar muito tempo fora de casa. Ele viaja muitas vezes ao mês e já chegou a passar apenas 4 dias em um mês em casa. É difícil… principalmente para mim que não tenho familiares em Washington DC e minhas melhores amigas estão a quilômetros de distância em São Paulo. Chega a ser solitário muitas vezes e a Isabella é a minha válvula de escape mental (Isabella minha gata togolesa maravilhosa).

Amo o Ezio mais que tudo nessa vida e casei com ele sabendo dos dissabores da vida de uma esposa de diplomata. Após longos 9 anos no Consulado Americano em SP vi vários casamentos naufragarem por justamente a esposa ficar de saco cheio de ser o segundo plano na vida do oficial. A quantidade de divórcios no Foreign Service e traições é imensa. 

Durante este assignment que estamos em Washington DC a única maneira que temos de ficarmos realmente juntos é nas férias. Então tentamos a cada quatro meses tirar umas semanas para viajarmos e curtimos nosso tempo e fortificarmos a nossa relação. Estamos viajando juntos desde o dia 28 de março (escrevo este artigo hoje dia 11 de abril) pela Tailândia e hoje ele foi fazer um passeio e eu decidi tirar o dia para mim.

Muita gente pode ver essa decisão como falta de amor ou não querer estar junto, muito pelo contrario!!!

A nossa cultura brasileira e/ou latina é muito apegada aos familiares e relacionamentos e neste caso chega a ser até muito grudenta. Quando começamos a namorar eu não entendia essa ideia do ME TIME que o Ezio tanto tentava impor. Tanto que a primeira vez que ele me disse por telefone que aquela sexta feira não íamos nos encontrar pois ele queria um tempo sozinho doeu na alma. Meu lado irracional brasileiro viu algo como: ele não me ama, ele não me quer, ele tem outra. Sofri por quase 48 horas até encontrar com ele novamente e constatar que tudo estava ótimo do jeito que estava na última vez que nos encontramos, a única coisa que ele queria era ver os filmes dele, tomar uma cerveja conversando com a família pelo Skype sem a namorada estar por perto e do whatever he wanted. 

Levei um bom tempo para entender essa parte da cultura americana do grupo de amigos que saem uma vez por semana sem as namoradas/esposas para baterem um papo e serem eles mesmos. Pra mim era inconcebível isso.

Hoje estamos juntos non stop por 15 dias seguidos e vou te falar… que delícia ter tempo para sentar no meu notebook e escrever. Amo escrever e quando ele esta por perto eu não consigo concentrar. É como ter um filho e ter que prestar atenção no que ele precisa/está falando 24 horas por dia. Tão bom sentar aqui no quarto do hotel olhando o Mar de Andaman azul pela janela e poder divagar sobre a vida. Acho que o me time deveria inclusive ser instituído como clausula obrigatória de casamento para ser cumprida por toda a vida. 

Estou aqui aguardando meu shuttle para o centro da cidade, vou até Patong Beach para gastar meu tempo livre comprando e olhando vitrines como se não houvesse amanha. Ele está num passeio de zipline com ATV no meio da mata. Está aí uma coisa que detesto é passeio no meio da mata com mosquitos me comendo, mas fui obrigada a aprender a gostar para poder me divertir com ele ao longo destes 6 anos de relacionamento. Tudo bem ensinei ele a gostar da Disney e do Harry Potter (e de tapioca também).

Relacionamento saudável deveria ser assim, você aprender a fazer coisas juntos, mas não se importar que o outro tenha tempo para fazer o que bem entende também e a vida seguir e estar tudo bem. Se você precisa desse tempo, nunca é tarde para começar a praticar o me time. Não precisa ser somente quando sair de férias pode ser quando se está na sua rotina também. Comece com 30 minutos por semana e vá aumentando aos poucos. Peça para a sua melhor metade cuidar das crianças caso seja necessário assim todos ajudam. Você vai ver como será melhor para você e para o seu relacionamento. 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram