Posts arquivados em: Tag: A Casa Branca

América EUA O que fazer em Washington DC Viagens Washington

Vizinhança da Casa Branca – Parte 2

09 de setembro de 2016

Continuando nosso passeio pela vizinhança da Casa Branca que começou neste post aqui, hoje falo sobre o que mais você pode ver uma vez que já esta nessa área da cidade.

 

Saindo da Renwick Gallery e descendo a 17th St em direção ao National Mall, pare em frente ao Corcoran Gallery of Art. O prédio por si só impressiona de tão bonito. Infelizmente a galeria de arte esta fechada neste momento (agosto/2016) mas você pode tirar fotos lindas do prédio pelo lado de fora.

Logo atrás do Corcoran você encontra o Octagon Museum. É um museu administrado pela associação de arquitetos de D.C e é uma casa tombada como National Historic Landmark. A casa foi construída em 1799 pelo primeiro arquiteto do Capitólio e hoje tem exibições que mostram a arquitetura e mobília da época em que foi construída.

Voltando para a 17th St, o próximo prédio suntuoso é o da American National Red Cross. Este prédio homenageia tanto as mulheres que serviram durante a Guerra Civil Americana e também é o quartel general de uma das organizações mais conhecidas no mundo. Para quem não sabe, a Cruz Vermelha é uma instituição humanitária que ajuda países necessitados ao redor do mundo após desastres de grandes proporções. Neste prédio há uma janela feita pelo filho do dono da joalheria Tiffany’s chamado Tiffany Window. Esta é a única janela feita por ele que esta em seu local original. Construída na época por U$10 mil dólares hoje não se fala em valores, porém especialistas acreditam que valem milhões de dólares.

O prédio ao lado da Red Cross é o DAR – Daughters of the American Revolution. Essa organização é basicamente destinada para descendentes de pessoas que lutaram pela independência americana. Para se associar, a pessoa deve ter no mínimo 18 anos de idade. Eles tem aproximadamente 180 mil membros associados pelos EUA e por todo o mundo. Essa associação era predominantemente branca, porém na década de 60 por conta da luta do movimento Civil Rights eles passaram a aceitar negros e qualquer outra minoria que comprovasse ser descendente de pessoas da época da revolução. O DAR é considerado o maior prédio do mundo dirigido apenas por mulheres. Tambem é considerado uma das maiores bibliotecas de árvore genealógica existente atualmente.

Siga caminhando para o próximo prédio em direção ao National Mall e você estará em frente ao Organization of American States. Essa organização reúne os países das Américas do Norte, Central e do Sul para promover a unificação, cooperação e a paz entres os países das Américas. Tentei visitar o museu deles que fica localizado na parte de trás do prédio, porém estava fechado para reformas. Tentei em março/2016, então não sei precisar se já está aberto ao público.

Seguindo à sua esquerda você estará em frente ao enorme gramado verde conhecido como Ellipse. O Ellipse geralmente é aberto ao público e sempre há várias atividades nele ao longo do ano. Porém a mais famosa para quem mora na cidade é a National Christmas Tree. É algo como a árvore de natal do Ibirapuera para nós de São Paulo. O Ellipse e simplesmente enorme e você pode ficar bem cansado se quiser caminhar por ele.

Se você tiver tempo para ver tudo isso vale a pena. Como eu moro aqui eu fiz em dias diferentes pois essas caminhadas podem ser bem cansativas. Claro que muitas vezes as pessoas não tem o tempo que eu tenho e cortam pela metade os passeios. Caso você passe rapidamente de carro/ônibus/táxi/Uber em frente a estes prédios já saberá do que se trata.

Eu não entrei em nenhum destes prédios – (atualização do dia 9 de Setembro ao revisar este texto) – entrei no American Red Cross no meu último dia antes de sair de D.C em Agosto. Vou fazer um post específico sobre como fazer um tour guiado por lá. Vou deixar os links de cada instituição abaixo e se você tiver tempo e curiosidade por alguma dessas instituições poderá se informar melhor.

Corcoran Gallery of Art: http://www.corcoran.org

Octagon Museum: http://architectsfoundation.org/preservation/

American National Red Cross: http://www.redcross.org/about-us/history/explore-our-history

Daughters of the American Revolution: http://www.dar.org/national-society/visitor-information/plan-your-visit

Organization of American States: http://www.oas.org/pt/default.asp (em português)

The Ellipse: https://www.nps.gov/whho/planyourvisit/explore-the-southern-trail.htm#CP_JUMP_2801867

Caso você tenha visitado algum destes locais ou planeje visitar, deixe seu comentário abaixo.

 

Até o próximo post  =D

 

 

 

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram

América EUA O que fazer em Washington DC Viagens Washington

Vizinhança da Casa Branca

30 de agosto de 2016

Já que você decidiu visitar a Casa Branca, no post de hoje vou falar sobre o que mais você pode ver na vizinhança da casa mais famosa dos EUA.

 

Lafayette Square:

Praça localizada em frente a entrada norte da Casa Branca e famosa por aparecer em vários filmes e seriados. Tem várias estátuas de generais importantes  na história americana.

St Johns Episcopal Church:

Igreja localizada em frente a praça Lafayette e é a mais próxima da Casa Branca. Foi construída em 1815 e considerada a igreja dos presidentes. Por sua localização tão próxima ao centro do poder americano, todos os presidentes eleitos desde James Madison em 1816 já visitaram essa igreja pelo menos uma vez durante o mandato. Dizem que o presidente mais assíduo era Abraham Lincoln que durante a Guerra Civil frequentava todas as semanas. Se visitar, não esqueça de visitar o assento na “pew 58” sendo aquele o assento destinado aos presidentes.

Decatur House:

A casa construída em 1818 fica do lado direito da praça Lafayette se você estiver olhando para a Casa Branca. É uma das casas mais antigas de D.C e hoje abriga um mini museu. Por estar tão bem localizada, a casa servia de ponto de encontro de pessoas influentes no governo dos EUA.

Blair House:

Localizada na rua da Casa Branca, a Blair House é considerada o hotel mais exclusivo do mundo. Utilizada hoje como hospedagem para dignatários que visitam Washington D.C, no passado esse conjunto de quatro casas foi adquirido pelo governo americano para servir de residência para o Presidente e Vice-Presidente caso necessário. O prédio também é utilizado como residência oficial do novo presidente e vice-presidente, na semana que antecede o dia da posse deles uma vez que o presidente em exercício mora na Casa Branca até o dia da posse do presidente eleito. A casa também é utilizada pelas famílias de presidentes que falecem durante o período em que a Casa Branca oferece a eles homenagens antes do enterro de cada um. A casa também serve de “hotel” para visitas importantes. Alguns de seus hóspedes famosos: Rainha Elizabeth II, Vladimir Putin, Boris Yeltsin, Margaret Thatcher entre outros.

Renwick Gallery of the Smithsonian:

Ao lado do conjunto de casas Blair House está a galeria Renwick que faz parte do grupo Smithsonian. O prédio foi projetado para ser o primeiro museu de arte de Washington. Porém antes disso acontecer, o exército usou as instalações como seu quartel general durante a Guerra Civil de 1864 por sua localização estratégica próxima a Casa Branca. Em 1965 foi adquirido pelo grupo Smithsonian que decidiu utilizar o espaço exatamente da maneira que foi proposta inicialmente, como uma galeria de arte. O espaço é pequeno e você consegue visitar em no máximo 1 hora.

Acredito que em 5-6 horas você consiga fazer este roteiro com calma. Contando inclusive o tempo dentro de cada um destes locais (exceto a Blair House que não é permitida a entrada). Todos estes lugares são gratuitos. Porém, verifique nos sites oficiais se estarão abertos nas datas que você pretende visitar e os horários de visitação.

Lafayette Square: Praça pública aberta 24 horas por dia.

St John’s Episcopal Church: https://stjohns-dc.org

Decatur House: https://www.whitehousehistory.org/events/tour-the-historic-decatur-house

Blair House: http://www.blairhouse.org

Renwick Gallery of the Smithsonian: http://renwick.americanart.si.edu

Se você planeja visitar ou se já visitou estes lugares, deixe suas impressões nos comentários.

Até o próximo post =D

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

1

Pessoas comentaram

América EUA O que fazer em Washington DC Viagens Washington

Como Visitar a Casa Branca?

23 de agosto de 2016

Nunca na minha vida eu iria imaginar que pudesse um dia visitar a Casa Branca. Muito menos que existisse um tour. Pois neste post, vou ensinar para vocês o caminho das pedras para visitar a casa mais famosa do mundo.

A Casa Branca é a residência oficial do presidente dos Estados Unidos da América. Situada na 1600 Pennsylvania Avenue exatamente no centro do National Mall, bem em frente ao Washington Monument. A Casa Branca levou 8 anos para ser construída e o primeiro presidente a se mudar para lá foi John Adams em 1800. Dá para acreditar que naquela época qualquer cidadão podia simplesmente subir as escadas e bater na porta da frente e pedir para falar com o presidente?

Outra curiosidade é que não existe entrada dos fundos. Ela tem duas entradas: a North e a South. Tudo isso porque dependendo do que estiver acontecendo na região, eles decidem qual a melhor entrada para ser utilizada e assim evita que algum dignatário pense que foi recebido pela porta dos fundos.

O entorno da Casa Branca é totalmente patrulhado pelo U.S Secret Service e pela Park Police (uma vez que a área verde em D.C é administrada pelo National Park Administration). Pode acontecer de quando você visitar a cidade, a entrada virada para o Norte esteja fechada. Dai você tem de dar a volta pelo quarteirão e ver a casa pelo lado Sul que é o lado da foto acima. Este lado é o mais longe entre a casa e a cerca, a câmera estava no zoom máximo quando tirei a foto. A foto abaixo já é da entrada Norte, em frente ao Lafayette Square. Deste lado já não é mais possível chegar perto da cerca.

A grande maioria das pessoas quando vai a DC só vê a Casa Branca por fora. Como tínhamos bastante tempo de transição em Washington, consegui agendar o tour.

Se você não tem a cidadania americana, para agendar o tour é preciso contactar a Embaixada do seu país de origem (de acordo com o site oficial da Casa Branca). Liguei para a Embaixada do Brasil aqui em DC e eles me informaram que desde os atentados do 11 de Setembro, os tours para estrangeiros estavam cancelados e que eles não tinham autorização para agendar, mesmo essa informação constando no site oficial do governo americano (link aqui).

Caso você seja residente legal em algum estado norte americano, mesmo não tendo a cidadania americana é possível solicitar o tour. Neste caso você deve contactar o escritório do Senador responsável pelo o seu estado e seguir as indicações dele. Cada um trabalha de uma maneira, alguns você pode solicitar por e mail, outros há sites onde você pode preencher a solicitação.

Como moramos na Virgínia, solicitei pelo site do senador Kaine (coincidência ou não ele era o candidato confirmado a vice da candidata Hillary Clinton pelo partido democrata nas eleições presidenciais do ano passado). No site dele estava tudo muito bem organizado e explicado bem certinho. Solicitei e cerca de 2 meses depois recebemos a confirmação do tour. Eu já tinha até esquecido, quando recebemos um ok. Devo confessar que o time do senador que tratou comigo por e mail foi de uma atenção absurda.

No dia que eu recebi a confirmação meu coração pulou. Tem noção do que é receber uma confirmação para visitar a casa onde mora o casal mais poderoso da atualidade? Sou super fã dos Obamas e fiquei muito honrada quando eles aprovaram minha solicitação. (Abafa o caso… muita coisa mudou em um ano e por respeito ao trabalho do meu esposo não darei opiniões políticas por aqui)!

No e mail de confirmação para o tour, há instruções do que pode e não pode levar no dia. Nada de malas enormes, eletrônicos, etc. Você pode portar câmeras e celulares, mas não pode tirar fotos de como é feito o screen de segurança. Após passar pelos 3 check points, o uso do celular é permitido.

Enfim no dia do tour compareça com 15-30 minutos de antecedência na 15th Street com a Hamilton Place. É a entrada lateral para toda a área da Casa Branca. Leve seu passaporte caso não seja americano e o Boarding Pass que eles enviam no email de confirmação impresso. Somente as pessoas autorizadas no email podem entrar.

O tour é auto explicativo (self guided), e você verá as salas oficiais que foram utilizadas como escritório pelos diversos presidentes que moraram lá ao longo dos anos (antes da construção do anexo chamado de West Wing). Também é possível visitar uma das salas de festas oficiais e a sala de jantar oficial que é utilizada até hoje. Você não terá acesso a nenhuma área de escritório ou sequer chegará perto de nenhum membro da First Family. Tem agentes do Serviço Secreto espalhados por todos os lados, mas nem adianta perguntar muita coisa porque eles não são nada simpáticos (estão no modus operandi á trabalho) e alguns deles sabem menos do que os entusiastas por história que visitam o local. Aconselho que você leia a respeito antes ou visite o White House Visitor Center que está ao lado, praticamente na esquina na mesma rua no número 1450. Lá os curadores explicam tudo o que você quer saber e você pode acessar os totens eletrônicos disponíveis por lá que também tem tudo em detalhes. Foi o que eu fiz. Visitei o Visitor Center e depois fui a Casa Branca. Então eu já sabia o que esperar na verdade.

O tour em si tem duração de 45 a 75 minutos, mas vai depender mais de quanto tempo você levará para ver as fotos, quadros e prestar atenção em todos os detalhes. Incluindo toda a fila para entrar, passar pela segurança e afins. Se eu voltaria lá? Com certeza. Lembrando que você pode solicitar o tour com 90 dias de antecedência porém não menos de 21 dias. Os tours acontecem de terça a quinta das 7:30am as 11:30am. Às sextas e sábados das 7:30am a 1:30pm. Não preciso nem deixar claro que os tours podem ser cancelados a qualquer minuto sem a necessidade de que eles sejam reagendados. Ou seja… esteja preparado para tudo uma vez que é um prédio governamental.

Lembrando que a Casa Branca é mais fácil de ser acessada pela estação de metrô McPherson Square.

Caso você tenha feito o tour ou tenha alguma pergunta sobre como visitar me deixa um comentário.

*Post publicado em 23/08/2016 e atualizado em 22/10/2017

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

4

Pessoas comentaram