Categoria: Rio de Janeiro

América Brasil Rio de Janeiro Viagens

O Rio de Janeiro continua lindo…

14 de março de 2019

Estava aqui fazendo back up de fotos desde 2005 e percebi que fui algumas vezes ao Rio de Janeiro e nunca escrevi sobre este destino… mesmo tendo um post inacabado no rascunho sobre Utah, senti uma vontade absurda de falar sobre o Rio que pra mim é uma das cidades mais lindas que eu já conheci na vida.

Ahhh o Rio…

Mesmo já tendo visitado ilhas surreais como Fernando de Noronha e Mauricio, não hesito em dizer que o Rio de Janeiro é uma poesia. Principalmente se você tiver a oportunidade de chegar à cidade num fim de tarde de verão pelo aeroporto Santos Dumont… ver pela cabine do avião toda a exuberância da cidade maravilhosa é um deleite aos olhos. Não vou entrar aqui em detalhes sobre como a cidade está desesperadamente precisando de ajuda principalmente na área de segurança pública, não cabe a este simples blog fazer isso pois essa não é função deste espaço.

Visitei o Rio em 2011 sozinha a trabalho e aproveitei para fazer o combo clássico Cristo Redentor, Pão de Açúcar e Arcos da Lapa. Depois voltei em 2013 já namorando meu marido e fui mostrar ao gringo porque o Rio é a cidade mais famosa do Brasil aqui no exterior. Em 2015 antes de sair do Brasil fiz uma última viagem ao Rio com a minha amiga Fran e fiz de novo os pontos turísticos de sempre pois… porque não??? Compartilho com vocês hoje dicas do que ver, fazer, como visitar, onde comer e onde não se hospedar (sim também falo mal de hospedagem ruim).

Como chegar ao Rio?

Se você está no Brasil isso é fácil, qualquer cia aérea que opere no país viaja para lá. Agora se você sair dos EUA, aconselho pesquisar passagens tanto para São Paulo (aeroporto de Guarulhos) ou para o próprio Rio (aeroporto do Galeão). Muitas vezes voar via São Paulo é mais em conta e você pode sempre fazer um vôo interno entre As duas cidades, uma vez que a ponte aérea SP-RJ é de aproximadamente 50 minutos e os vôos são baratos. Passagens entre Washington DC e o Rio de Janeiro custam aproximadamente U$826 ida e volta e passagens entre SP – RJ custam U$69 ida e volta.

Onde se hospedar no Rio?

This is the million dollar question!!! Eu já fiquei em um hotel sensacional, num hostel mea boca, num hotel de péssima qualidade e no apartamento de amigos… claro que se você conhece alguém na cidade o ideal sempre será ficar com algum conhecido (tanto pelo custo benefício como pela probabilidade de entrar numa roubada ser menor). Menciono aqui os hotéis que já fiquei:

Rio Othon Palace: Sem dúvida o melhor hotel que eu já me hospedei no Rio de Janeiro. De frente para o mar na praia de Copacabana este hotel oferece vistas incríveis da principal praia da cidade e muitas amenidades como wifi, café da manhã, piscina, academia, serviço de quarto. Se eu voltar ao Rio e minhas amigas não puderem me hospedar, o Othon é com certeza a minha opção na cidade maravilhosa.

Solar Hostel Beach Copacabana: Se você procura hospedagem em conta no Rio, os hostels são uma ótima opção. Eu nunca tinha me hospedado em hostel e confesso que não é para mim. Curto a privacidade de um quarto só meu e dividir banheiro para mim foi bem difícil. Tanto que diminui minha estadia na cidade pois não gostei da experiência. Tenho amigas que amam este tipo de hospedagem, pois elas querem fazer amizades ao viajarem sozinhas e é uma maneira de fazer passeios com pessoas diferentes e dividir o custo. Again, não é a minha praia mas fica a dica. O hostel oferece dormitório misto, feminino e quarto privativo. Como o Rio de Janeiro tem a hospedagem mais cara do Brasil… talvez vale a pena dar uma conferida nessa opção.

Ibis Budget Rio de Janeiro Centro: Um dos piores hotéis que nos hospedamos na vida. Como já mencionei, o Rio de Janeiro oferece a hospedagem mais cara do Brasil (talvez perca hoje em dia apenas para Fernando de Noronha). Optamos por ficar no Centro pois queríamos estar próximos ao aeroporto e não queríamos perder tempo com congestionamento ao entrar/sair da cidade. A única coisa que nos animou neste hotel foi a localização, fora isso o quarto era minúsculo, no último dia estávamos completamente roxos de tanto bater as canelas na quina da cama. A cama era de metal, então fazia um barulho horroroso. Além disso tínhamos uma cama extra em cima da nossa cama de casal e meu marido bateu a cabeça diversas vezes. Foi uma péssima experiência.

Transporte no Rio

Eu nunca aluguei carro no Rio de Janeiro, sempre usei um misto de Uber + táxi, + transporte público e sempre deu super certo. Não acredito que seja muito difícil mesmo para quem não fala nada de português se comunicar no transporte. Nada que um Google Translator não resolva.

O que ver e fazer na Cidade Maravilhosa?

Claro que você deve começar pelo combo clássico Cristo Redentor + Pão de Açúcar. Na minha primeira ida a cidade além dos dois cartões postais do Brasil, visitei a Lapa a noite para cair no samba. Na segunda ida ao Rio com o meu gringo favorito, além dos pontos que eu já conhecia nós incluímos a Confeitaria Colombo, um passeio pela Lapa durante o dia, Praia de Copacabana e pulamos de asa delta da pedra do Arpoador. Na terceira e última ida ao Rio fiz um passeio de helicóptero saindo do Pão de Açúcar. Foi sensacional. Ainda não vi tudo o que queria no Rio… quero fazer o Parque Lage, ir em Niterói passar uma tarde tomando uma cerveja com a minha bestie Flávia, quero ir ao Museu do Amanhã, quero tomar sol em Copa tomando mate gelado e comendo bixxxcoito Globo. Ahhh Rio… não sou carioca, mas amo essa cidade bicho.

Cristo Redentor

Já visitei o Cristo 3 vezes e nunca me canso de subir aos pés de uma das maravilhas modernas. Há uma energia lá em cima que me fascina tanto. Gosto de subir, tocar a base do Cristo, rezar, agradecer, apreciar a vista do Rio lá embaixo e observar as pessoas se estapearem com paus de selfie e com braços abertos na foto mais clichê do Brasil. Juro que morro de inveja de super celebridades que fecham o Cristo para casar… sonho meu celebrar o amor aos pés do Cristo com a Cidade Maravilhosa lá embaixo. Você pode subir o morro tanto da maneira clássica com o bondinho ou se preferir você pode ir a pé. Sim… eu e a minha amiga Fran tivemos a idéia de jerico de subir a pé num dos dias mais quentes da história da minha vida. Claro que despreparadas que somos, não tínhamos uma garrafa de água sequer. No meio do caminho vimos macaquinhos, vimos passarinhos e paramos dois caras no meio da trilha implorando por um gole de água… pois é… quem não viaja não tem história para contar. Eu aconselho a subir de trem pois além de ser a maneira tradicional você ainda curte o ar fresco da floresta da Tijuca. o Trem foi a primeira estrada de ferro do país e foi inaugurado pelo Dom Pedro II.

Para visitar o Cristo via Trem do Corcovado você deve ir até a Rua do Cosme Velho, 513. Aconselho a comprar os tickets com antecedência. Você pode comprar clicando aqui. Os tickets custam R$79 adultos, R$25,50 idosos a partir de 60 anos (que sejam residentes no Brasil) e crianças pagam R$51. Lembrancinhas na loja oficial são absurdamente caras, keep that in mind.

Pão de Açúcar

Localizado no Bairro da Urca, o conjunto de três morros é sem dúvidas um dos cartões postais mais conhecidos do Brasil. Este é um passeio que você consegue contemplar a beleza do Rio de ângulos distintos. No complexo você pode relaxar tomando açaí, sorvete, fazendo uma refeição numa das lanchonetes ou até mesmo fazer um piquenique. Para ter acesso ao topo do Morro do Pão de Açúcar você paga R$110 reais (se comprar no local) ou R$99 se comprar no site oficial com antecedência. No site eles oferecem vários pacotes com preços diferenciados, desde ter o bondinho apenas para você e seus acompanhantes até fazer um tour histórico onde um guia explica como funciona os bastidores da operação. Você pode acessar os valores dos tickets clicando aqui. Eu acho a vista do bondinho maravilhosa sem contar que não há limite de tempo para você ficar lá em cima, ou seja da para passar um dia ou uma tarde bem aprazíveis no local.

Bondinho
Vista de dentro do Bondinho
Morro do Pão de Açúcar visto do Aterro do Flamengo

Lapa

Ir ao Rio de Janeiro e não ir num samba na Lapa, não é visitar o Rio. Por sorte amigos de muitos anos da minha mãe que vivem na cidade me levaram para um pagodão na Lapa na minha primeira visita ao Rio. Eles me levaram ao Beco do Rato. Foi simplesmente sensacional. Sexta feira abre a partir das 18 com cerveja estupidamente gelada e um sambão de primeira qualidade (preciso voltar ao Rio pra ontem pra cair no samba minha gente). Também vi a famosa Escadaria Selarón a noite (ela durante o dia é muito mais linda). Na minha segunda visita ao Rio, fomos à Lapa durante o dia e passamos uma meia hora olhando os azulejos tradicionais na escadaria. Queríamos subir e ver o bairro lá em cima, mas fomos avisados por um morador que meu marido era gringo demais para andar por al comigo… seguimos o conselho e pegamos o caminho da roça 🙁

Beco do Rato

Fiz alguns outros passeios no Rio, mas como o post está ficando enorme, vou dividir em duas partes. Este roteiro curtinho é ideal para um final de semana prolongado de 3 dias onde você vai fazer apenas o básico do Rio num bate e volta (considerando se você for saindo de São Paulo).

Se você visitar o Rio, me deixa uma mensagem com o seu Instagram e compartilha comigo suas fotos de viagem… tenho certeza de que sua viagem ao Rio será inesquecível.

Até o próximo post =0)


Compartilhe

Por Érica Brasilino

1

Pessoas comentaram