Categoria: Argentina

América Argentina Onde comer Quando Viajar Viagens

Feriado Prolongado em Buenos Aires

25 de julho de 2018

Num fim de semana prolongado decidimos visitar a charmosa Buenos Aires, a capital da nossa vizinha Argentina. No post de hoje compartilho com vocês algumas dicas do que ver e fazer nessa cidade que é puro charme com ares de Europa.

Quando visitamos Buenos Aires sabíamos que não tínhamos muito tempo disponível, então focamos em passear pelas ruas da capital e sentir um pouco como é a vibe e o clima local.

Voamos para a Argentina pela Aerolíneas Argentinas saindo de São Paulo. Confesso que foi a primeira vez que voamos por essa companhia e não gostamos do atendimento deles. Acredito que outros passageiros tenham uma opinião contrária, mas numa próxima ida a Argentina, evitaremos voar com eles.

Em Buenos Aires nós reservamos o Abasto Hotel. Localizado na Avenida Corrientes, uma das principais avenidas da cidade, o hotel oferece wifi gratuito, estacionamento e transfer de/para o aeroporto. O café nós tivemos de pagar a parte, mas o serviço é impecável. Na esquina quase em frente ao hotel está localizado o Shopping Abasto, onde há várias opções de restaurantes e cafés.

Em Buenos Aires nós contratamos o serviço de uma amiga minha de infância que mora na cidade. A Simone Almeida fez o nosso traslado de/para o aeroporto, câmbio de reais para pesos e também fez nossos passeios turísticos. Ter alguém que conhece a cidade foi primordial para que a gente pudesse aproveitar a cidade com o pouco tempo que tínhamos disponível. Caso você tenha interesse entre em contato com a Simone Almeida pelo Instagram dela @monybaiana

 

Mas o que fizemos por lá?

Dia 1

Cemitério da Recoleta + Hard Rock Café + Casa Rosada + Ponte Mujeres

 

Cemitério da Recoleta

Começamos a desbravar Buenos Aires por um de seus bairros mais clássicos, a Recoleta. Cidade que começou a ser povoada em 1871 com a chegada de famílias ricas que fugiam de uma praga de febre amarela. Por ser um local onde abastados moravam, claro que o cemitério não seria diferente. Você pode torcer o nariz e se perguntar porque incluir um cemitério num passeio de férias. Porque este cemitério é praticamente um museu a céu aberto. Com suas lápides e mausoléus extravagantes, quanto mais oponente a morada final de uma pessoa, mais dinheiro aquela família mostrava ter para a sociedade. O cemitério também é famoso por ser o local onde está enterrada Eva Perón e Carlos Gardel. Contrate um guia local para ouvir as histórias de terror sobre personalidades famosas do folclore argentino, torna a visita muito mais interessante. A entrada do cemitério é grátis e ele abre todos os dias das 7am as 5:30pm.

 

Hard Rock Café Buenos Aires

Apenas mais uma unidade da rede de hambúrguer americana. Nada de diferente caso você conheça alguma das outras unidades. Demos uma passadinha por lá para tomar uma cerveja após sair do cemitério, pois está praticamente do outro lado da rua. Aberto de domingo a quinta das 12pm a 1am e as sextas e sábados das 12pm as 2am.

 

Casa Rosada

A casa mais famosa da Argentina claro que tem que fazer parte de qualquer roteiro que se preze, e o nosso não poderia ser diferente. Residência oficial de quem ocupar o cargo de presidente do país, também abriga o Museu da Casa do Governo que reúne em seu acervo peças relacionadas a história dos presidentes da Argentina. Há uma visita guiada ao local (que não fizemos, então não posso dizer como é), e para agendar você deve clicar neste link aqui. Os tours acontecem aos sábados, domingos e feriados ás 10 e ás 18 horas. O tour em inglês acontece nos mesmos dias ás 12:30 e ás 14:30. Para participar do tour é necessário agendar no máximo com 15 dias de antecedência.

 

Ponte Mujeres

Aproveitamos que estávamos na região e passeamos pela margem do Rio Díque para ver a famosa Ponte Mujeres. Cartão postal de Buenos Aires e parada obrigatória para fotos.

 

Dia 2

Avenida Independencia + Café Tortoni + Caminito + Señor Tango

 

Avenida Independencia

No nosso segundo dia na capital argentina começamos nosso passeio pela região entre Montserrat e San Nicola, caminhando pela Praça de Maio, Catedral Metropolitana de Buenos Aires e Avenida Independencia. Infelizmente visitamos a cidade durante o feriado do dia do trabalho argentino, então haviam várias manifestações pró e contra governo agendadas para aquela região, o que inviabilizou que nós pudéssemos apreciar totalmente o local. Fique atento caso você decida visitar Buenos Aires durante o mês de maio (perrengues de viagem? teve!)

 

Café Tortoni

Um dos cafés mais famosos do país, mescla cultura, com gastronomia e história. Vale a visita. Aprecie um típico café argentino com uma porção de churros. Não conseguimos apreciar melhor por conta do barulho das manifestações, mas faça um favor a você mesmo e visite!!!

 

Caminito

Localizado no bairro de La Boca, Caminito é uma veia pulsante em Buenos Aires com seus restaurantes, lojas, cafés e artistas por todos os lados. O local ganhou notoriedade após servir de inspiração para um tango muito famoso na Argentina, Caminito de 1926. Confesso que assisti ao melhor show de tango na Argentina em uma churrascaria extremamente simples localizada em Caminito. Não esqueça da parada obrigatória na loja de alfajores Havanna.

 

Señor Tango

Após consultar amigos que já haviam visitado a Argentina, optamos por visitar o Señor Tango como nossa noite de tango tradicional. O espetáculo é durante um jantar onde você paga o valor fechado e já vem tudo incluso. O show lembra um Cirque Du Soleil de uma certa maneira e representa todo o orgulho dos argentinos por sua cultura. Confesso que eu esperava mais do show… talvez a culpa tenha sido do show de tango que vimos em Caminito que foi surpreendente. Um dos pontos positivos da atração é o oferecimento de traslado do hotel para o local. Isso ajudou muito uma vez que não tínhamos carro alugado na cidade. O show acontece todas as noites com horários diferentes no verão e no inverno. Tarifas diferenciadas por telefone caso haja um argentino no grupo. Informações no link aqui.

 

Dia 3

Shopping Abasto + La Bombonera

 

Shopping Abasto

Praticamente o Shopping Morumbi de Buenos Aires. Se visitar, indico sem pestanejar a loja da marca local Prune, onde comprei uma jaqueta de couro sensacional. A jaqueta infelizmente não aguentou o calor togolês e desgastou e já tinha passado da garantia, mas sonho até hoje com outras jaquetas da marca (fica a dica).

La Bombonera

Encerramos nossa visita a Buenos Aires visitando o estádio do Boca Juniors, a famosa Bombonera. Com capacidade para 49 mil pessoas sentadas (padrão mínimo FIFA). O estádio tem este apelido porque tem o formato de uma caixa de bombons. É possível fazer uma visita guiada. Informações clique aqui.

 

Lembrando que não é necessário visto para visitar a Argentina (brasileiros). Por ser parte do Mercosul, podemos entrar no país com nosso RG (atual com menos de 10 anos de emissão). Se você é cidadão de um país que não faça parte do Mercosul ou seja vizinho da Argentina, para entrar você deve ter passaporte e dependendo da sua nacionalidade pode ser necessário visto. Em caso de dúvidas clique aqui para saber se você precisa ou não de visto para uma visita de turismo máxima por 90 dias. Como qualquer outro país estrangeiro, você deve ter sua passagem de volta já emitida para ser admitido no país.

A moeda da Argentina é o Peso Argentino e há caixas 24 horas disponíveis em todos os lugares, cartões de crédito também são amplamente aceitos. Se você receber dinheiro em mal estado no país, não se assuste, você conseguirá passar a nota pra frente sem problema. A economia local não aceita pechincha com bons olhos, então evite. Gorjeta no país é bem vinda porém não é uma obrigação. Como qualquer país com fluxo turístico, dê gorjetas em restaurantes, para taxistas apenas se eles ajudarem com bagagens pesadas, para arrumadeiras no hotel, etc.

Para chegar em Buenos Aires há dois aeroportos principais: Aeroparque e Ezeiza. Sendo o primeiro o aeroporto dentro da cidade praticamente perto de tudo e o Ezeiza mais longe porém o que voa para destinos internacionais (como Europa e EUA).

Essa foi a nossa visita relâmpago a Buenos Aires, tenho certeza de que existem um milhão de outros passeios e pontos turísticos imperdíveis que deixamos de fora da nossa visita por falta de tempo. Quem sabe a gente tenha a oportunidade de voltar e conhecer mais desse país incrível um dia. Porém este post pode servir de ponto de partida caso você esteja planejando uma ida a capital da Argentina. De qualquer maneira, tenho certeza de que sua viagem será incrível pois o povo argentino é sensacional e amistoso e a comida deles é excepcional. Don’t cry for me Argentina, I will be back S2

 

Até o próximo post =0)

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram