Arizona EUA Onde comer Viagens

Epic USA Road Trip – Arizona – Horseshoe Bend, Navajo Bridge e Marble Canyon

02 de Fevereiro de 2018

No último post comentei sobre a nossa visita ao Antelope Canyon, localizado na cidade de Page. Outra atração imperdível em Page é a formação Horseshoe Bend. Indicado pela minha amiga Ninna, quando ela viu no Facebook que estávamos numa road trip, ele generosamente compartilhou a informação sobre este destino comigo. Eu nunca tinha ouvido falar e ao pesquisar a respeito, meu queixo caiu.

Horseshoe Bend é uma curva do Rio Colorado que tem a aparência de uma ferradura. A área é aberta ao público e você não precisa pagar para ter acesso. No local tem estacionamento e banheiros químicos. A acessibilidade não é das melhores para pessoas portadoras de deficiência motora. A caminhada entre o estacionamento e o viewpoint é de aproximadamente 20 minutos. Mas a vista… espetacular.

Tenho visto diversas fotos nas redes sociais do local. Cada época do ano e horário do dia vai determinar as cores que você verá no Canyon. Claro que existe muita foto photoshopada na internet, mas nada compara quando você vê o canyon ao vivo.

Após passarmos aproximadamente uma hora no local, pegamos a estrada e começamos a dirigir em direção a Utah. Sabíamos que teríamos uma longa estrada pelo caminho, porém não tínhamos ideia de como essa estrada seria fascinante. Dizer que o Arizona é bonito é pouco.

Na região de Bitter Springs nos deparamos com Port of Page. Uma formação rochosa que foi cortada ao meio para a passagem da rodovia.

Pegamos um desvio pela rodovia 89A que rendeu inúmeras fotos fabulosas e chegamos até a Navajo Bridge. Essa é 1 das 7 pontes que passam sobre o rio Colorado. A ponte data de 1873 e foi construída pelos primeiros moradores da região, em sua maioria mórmons que fugiam da perseguição na época. A ponte esta localizada em uma área deslumbrante em frente ao Marble Canyon. O Marble Canyon é o ponto de partida para aqueles que querem cruzar o Grand Canyon de barco.

Dirigimos por dentro da Glen Canyon Reserve e chegamos a conclusão de que não veríamos metade do que tínhamos para ver na região. O local é simplesmente fantástico, daqueles que você quer colocar uma trilha sonora bacana no som do carro e dirigir por uma estrada sem fim, sem outros carros ao redor e apenas com a natureza como companhia. Para quem esta interessado em fugir da cidade grande, este tipo de viagem é perfeito.

Essa mesma estrada nos levou diretamente para a entrada norte do Grand Canyon. Infelizmente não conseguimos ver essa parte do parque pois ela já estava fechada para o inverno. Mais uma desculpa para voltarmos com tempo no futuro.

Nós seguimos até a cidade de Bryce e jantamos no restaurante do hotel Bryce Canyon Pines. O restaurante estava lotado, mas ele também não era tão grande assim. Caso você faça um pit stop neste local, eu recomendo o fish sandwich.

No próximo post vou falar sobre a visita que fizemos ao Bryce Canyon National Park.

 

Até lá   =)

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram

Post anterior:


Próximo post:


Comente via Facebook

Deixe seu comentário