EUA New York Viagens

Statue of Liberty

17 de outubro de 2017

Um dos passeios mais tradicionais de NYC é sem dúvida a visita a Statue of Liberty. Ir a NYC e não ver ela de perto é como ir ao Rio de Janeiro e não ver o Cristo ou à Paris e não ver a Torre Eiffel. Hoje explico como visitar este monumento símbolo dos EUA.

Visitei a estátua pela primeira vez em fevereiro de 2013 com um frio de -14C. Na ocasião não pude descer na ilha, pois ela estava em reforma após a passagem de um furacão por Nova Iorque. Dessa vez visitei em pleno verão e pude ver o que o passeio tem para oferecer.

Há diferentes maneiras de visitar a estátua. Eu já visitei por conta, comprando o ticket diretamente com os administradores do parque e este ano visitei como parte dos tickets inclusos no valor que paguei para o Big Bus. Vou explicar como funcionam das duas maneiras.

Você pode tanto acessar o site oficial e comprar online ou ir até o quiosque deles que está localizado dentro da Castle Clinton National Monument que fica no Battery Park. Você pode acessar o parque de metrô, ônibus turístico, táxi ou Uber.

Caso você compre o ticket Deluxe para o Big Bus como eu fiz, você receberá um voucher no ato da compra, este voucher deve ser trocado por um ticket próprio para o ferry. Na parada do Big Bus da estátua, tem funcionários uniformizados da empresa prontos para efetuar a troca do seu voucher pelo ticket.

Após comprar/trocar o ticket, é hora de embarcar. Quando estiver no ferry, fique do lado direito da embarcação. Este é o lado que vai passar de frente para a estátua. Se estiver sentado, tenha em mente que todos vão levantar para tentar o melhor ângulo possível. Eu consegui um lugar ótimo nas escadas da embarcação, entre o terceiro e o segundo andar. Quando o ferry foi chegando perto da estátua e perceberam que eu estava lá sozinha, eu já tinha tirado milhares de fotos ótimas sem mais ninguém ao lado (fica a dica).

Na ilha tem uma lanchonete com fast food americano e sorvete, e claro que também tem lojinhas (lojas everywhere). Comprei uma casquinha mista e fui andar. A vista de Manhattan ao longe é bem bonita, mas o que me interessa mesmo é o comportamento humano em locais turísticos. Então apreciei meu sorvete oferecendo meus serviços de fotógrafa para famílias de brasileiros. Eu me divirto quando estou fazendo turismo sozinha, sempre conheço gente bacana.

A Estátua da Liberdade em si causa dois tipos de impressão no viajante. Tem aqueles que ficam extasiados por verem de perto algo que povoa a nossa imaginação por tantos anos por conta de Hollywood. E tem aqueles que se decepcionam com o tamanho dela. Ela não chega a ser tão impetuosa como o nosso Cristo Redentor, mas honestamente eu acho uma estátua muito bonita.

É possível por valores extras visitar o interior da estátua e por outro valor a mais subir ate a sua coroa. Como eu já mencionei em outros posts aqui do blog, eu acho NYC uma cidade muito cara. Acho que morar numa cidade onde o turismo é grátis e maravilhoso como Washington, me deixou mão de vaca. Então acabei não pagando os extras do passeio e fiquei feliz com o que vi. Mas vai de cada um, se você tem $ sobrando ou é o teu sonho subir na estátua, vai com tudo.

Os preços para o ferry e a visita este mês de outubro de 2017 são:

Visita com horário reservado U$18,50

Visita com acesso ao interior da estátua + U$18,50

Visita com acesso ao interior da estátua e a coroa + U$21,50

Visitar a Ellis Island e estátua pelo lado de fora com horário reservado U$53,50

 

O problema de você reservar horário é que NYC é uma cidade caótica. É difíci saber como estará o transito. Tanto que quando visitei a primeira vez eu comprei o ticket na hora, quando cheguei naquela parte da cidade. O site indica que você deve pegar o ferry com pelo menos 30 minutos de antecedência do seu horário agendado.

Os ferries de NY para a estátua, saem todos os dias a partir das 8:30am e o último sai ás 4:00pm. O ultimo ferry da estátua para a ilha de Manhattan sai ás 5:45pm.

É possível também pegar o ferry saindo de New Jersey, diz a lenda que a fila é bem menor.  Você pode ver a agenda completa neste link aqui.

 

*Eu não visitei a Ellis Island. Estava com o horário apertado para encontrar meu esposo no final do dia para um evento na cidade. O ferry dá o direito de descer nas duas ilhas.

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram

Post anterior:


Próximo post:


Comente via Facebook

Deixe seu comentário