EUA O que fazer em Washington DC Washington

O Pentágono  

10 de junho de 2016

Ontem visitei a sede do poder americano o Pentágono. Primeiro que é incrível que eles ofereçam visita guiada para turistas. Segundo que para quem adora filmes de ação,  onde os Estados Unidos são atacados seja por quem for e eles sempre mostram os coronéis e generais com seus uniformes lindos (amo homem de uniforme) e o Pentágono tomando decisões que salvam a vida na Terra ou nos Estados Unidos, este passeio é um prato cheio.O engraçado é que esta é exatamente a sensação que você tem durante todo o tempo que passa dentro do prédio.

O Pentágono pode ser visto de praticamente todos os cantos da cidade. De Washington DC, das rodovias que entram e saem da cidade, do metrô, do avião, do cemitério Arlington. Impossível não ver uma parte do suntuoso prédio se você estiver pela cidade. Cedo ou tarde você vai ver ele. O triste é que do chão voce não consegue ver a forma de pentágono do prédio, somente de cima. Mas aí já é outra história…

Pentagono

Credito: http://www.hotelarlingtonva.com

Mas como conseguir visitar o Pentágono?

Primeiro visite o site oficial do Departamento de Defesa americana no link Pentagono, clique em Book a Tour e lá vai aparecer uma página pedindo seu nome e email; insira as informações e clique em submit. Automaticamente quando você requisitar as informações eles vão enviar um email para você com um link para continuar a solicitação de visita. O email que você vai receber conterá o link que você  deve clicar para continuar a sua inscrição e o mais importante de tudo é o documento anexo com as informarções de segurança que devem ser seguidas fielmente. Caso voce não siga, adeus tour e talvez até um bem vindo jail time. Be prepared.

O link que você deve clicar no email te levará para uma janela do site do Departamento de Defesa onde você pode escolher as datas para verificar se tem disponibilidade de tour de acordo com a sua agenda. Data inicial e data final mais o tamanho do grupo. O Pentágono somente oferece as visitas de segunda à sexta em horário comercial. Infelizmente.

No site diz que você pode solicitar visitas com 14 dias de antecedência. Talvez esta informação seja válida para a época de baixa temporada americana (inverno por aqui). Acabei de fazer o passo a passo e só tem disponibilidade para agosto em diante. O primeiro tour é oferecido às 9 da manhã e o último às 3 da tarde. Escolha seu horário e clique em next. Abrirá uma página falando sobre os guidelines de segurança (a mesma informação que foi enviada em anexo no email para você). Dica: Se os caras estão repetindo a informação, por favor, siga as instruções. Simples assim. A próxima página será para você informar os dados de quem vai no tour. Nome, Data de Nascimento, Sexo, Número de Telefone, Número do Passaporte, Tipo de Visto, País de Origem, Portador de Necessidades ou não… Se não tem cidadania americana o único documento aceito é o nosso passaporte. Não esqueça de levar ele no dia do tour, sem ele você não entra.

Enfim após preencher tudo o Pentágono vai fazer o procedimento de investigação para liberar sua visita. Ou você acha que eles vão autorizar qualquer pessoa a entrar lá?Procedimento normal até quando você vai visitar uma embaixada ou consulado americano fora do país.

Após preencher tudo, eles enviaram um email dizendo que retornariam com uma resposta quando eles decidissem se eu poderia visitar ou não. Demorou uns 20 dias para eu receber a resposta de que minha visita estava confirmada e agendada.

Ontem foi o grande dia. Fui até a estação Pentágono do Metro (linhas azul ou amarela) e já ao chegar na estação você sente o poder no ar hahahahahahaha. Homens uniformizados por todos os lados. Para quem gosta ali é o lugar. A estacao é praticamente na porta do prédio ou seja pelo o que vi se você não vai para o Pentágono meio que não tem porquêvocê  perambular ali. Eles estarão vigiando cada respirada de ar que voce der.

O email com as instruções diz que você deve chegar lá uma hora antes do tour para poder passar pela segurança. Cheguei as 12:50 (meu tour era as 14:00). Eles não me deixaram entrar. Mandaram eu dar uma volta e retornar em 10 minutos. Voltei e descobri que meu grupo tinha 60 pessoas. No Visitor Information Center somente entra quem tem porquê estar ali. Você passa por dois policiais armados e com cachorros que estão na subida da escada rolante esperando por quem sobe para perguntar onde vai e aí eles liberam você passar ou não. Tenso.

Passei pela primeira porta de vidro e nesta primeira ante sala é como o consulado americano com janelas blindadas. Você leva uma cópia impressa do email de confirmação que foi enviado para você confirmando seu tour e seu passaporte e eles verificam se seu nome está na lista. Daí você recebe um crachá e pode acessar a próxima sala que é como se você estivesse entrando num avião. Tanto você como sua bolsa passarão pelo X-Ray. A diferença é que no guideline do email eles deixam claro que quase nada além do seu corpo é permitido no Pentágono. Então nada de andar com mochila no dia da visita. Vá com o menor número de itens possíveis. Eu tive de tirar até meu iWatch para ser vistoriado. Também fui selecionada para passar os dedinhos no scan de pó químico. Uma maravilha.

Apos passar por tudo isso sem ter sido presa você chega na ante sala. Ali é o único momento da sua vida onde o celular ou a câmera será autorizado desde que você desceu na estação de metro Pentágono. La tem o booth para fotos (foto abaixo), tem uma loja de souvenires e banheiros. Vá ao banheiro, o tour terá 60 minutos onde você será  vigiado o tempo inteiro. Sem contar que eles deixam claro que este momento é o único onde voce terá privacidade ao usar o banheiro. Se durante o tour você quiser usar todos os presentes no grupo entrarão no banheiro com você. Melhor não…

pentagono erica

Credito: alguém na fila tirou pra mim S2

Nesta área eles tem uma outra janela onde você tem de dar seu nome para confirmar mais uma vez se você está agendado. Se tiver tudo certo você segue para um auditório onde terá um briefing de segurança com todos os DONTS enquanto você está dentro do prédio. Se você é meu ex colega de trabalho e está lendo isso e acha que tinha frescura demais no Consulado… reveja seus conceitos AGORA.

Enfim… eles separaram o grupo em grupos menores e fomos escoltados por um fuzileiro e um membro da Forca Aérea. Infelizmente fotografias lá são terminantemente proibidas. O prédio é sensacional. Andamos cerca de 2 milhas (quase três quilômetros) e eles contam a história da construção do prédio, histórias de pessoas famosas que já trabalharam por lá como Chuck Norris e Morgan Freeman, histórias de espionagem contra o prédio que foram descobertas. O curioso é que oprédio  em si é praticamente uma cidade do poder. Tem shopping, Starbucks, lavanderias… impressionante o mundo à parte la dentro. O ponto alto do tour é quando eles levam o grupo para a área que foi destruída pelo avião que caiu nos ataques de 11 de Setembro. Os detalhes que são contados do dia do ataque, como os funcionários reagiram, o tempo de reconstrução da área, os americanos que viajaram de todo o país para se voluntariar para reconstruir o prédio 24 horas por dia em 11 meses batendo o recorde previsto de um ano… enfim foi emocionante poder estar lá e ver por dentro a visão deles do que aconteceu em 2001.

Se você vier para D.C e tiver tempo, se souber com antecedência suas datas de viagem e tiver curiosidade, eu super indico este passeio. Eles ficaram bem curiosos quando eu mencionei que era brasileira. Pelo o que entendi 99% das pessoas que fazem o tour são americanas. Então fica a dica para quem curte política e quer ver por dentro aquilo que está no nosso imaginário apenas em filmes.

Ao final do tour há um memorial do lado de fora (este pode ser visitado por qualquer pessoas sem agendamento) com os nomes das pessoas que faleceram nos ataques ao prédio em 11 de Setembro. Como fotos são proibidas a foto abaixo é da internet.

080904-N-5319A-008

Credito: U.S. Navy Photo by Mass Communication Specialist 1st Class Brien Aho (Released)

É isso… espero que tenham gostado das informações, se tiverem mais alguma dúvida ou comentário e só escrever pra mim que eu respondo.

Até a próxima

Compartilhe
Tags:

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram

Post anterior:


Próximo post:


Comente via Facebook

Deixe seu comentário