Posts arquivados em: Mês: Maio 2016

EUA Washington

Acomodação e Transporte em D.C

31 de Maio de 2016

Washington é uma das cidades mais caras dos EUA para se hospedar. Porém se você considerar que 80% das atrações da cidade são gratuitas, eu acho que vale muito a pena visitar a capital dos Estados Unidos.

Você tanto pode optar por um hotel em DC  mesmo ou pelos bairros na cidade de Arlington, que são atendidas pelo metrô . Em 20 minutos no máximo, você está na capital.

Pelo o que pesquisei no Booking, uma semana em Agosto para duas pessoas pode variar entre U$500 a U$2200 dólares de acomodação. Tudo vai depender claro, do tipo de viajante que você é. Eu só preciso de um chuveiro quente, cama limpa e macia, ar condicionado/aquecedor e wi fi. Não me preocupo com amenidades como piscina ou academia. Quanto mais facilidades o hotel te oferecer mais caro ele será. 

Decidido o hotel, chegou a hora de pensar em locomoção. Como já mencionei o Metrô atende a grande DC e os estados vizinhos de Maryland e Virgínia. O metrô aqui funciona com um cartão chamado Metro Card e ele pode ser comprado em qualquer estação. Ele custa U$10 sendo que deste valor U$8 ficam disponíveis para utilizacão imediata.Você  pode pagar com dinheiro em espécie ou com cartão de credito internacional. Nao há guichês com funcionários nas estações, todas as máquinas você deve operar sozinho. Porém, caso você tenha dificuldade há funcionários na estação para auxiliar.

smartrip_card2

Credito imagem: http://www.wmata.com

O metrô aconselha os viajantes a pagarem U$14 por um daily pass. Eu veementemente não aconselho at all. Primeiro porquê o metrô daqui funciona com um sistema de tarifas para o horário de pico e o horário normal. Sem contar que a tarifa não é um valor fixo como em São Paulo por exemplo. A tarifa aqui é de acordo com a distância entre estações e o horário que você passar na catraca quando embarcar será levado em conta para o desconto da tarifa no momento que você desembarcar na sua estação final. As tarifas variam de U$1.75 fora do horário de pico a U$3.60 ou U$2.15 a U$5.90 no horário de pico.

Exemplificando

Se você embarcar no Jabaquara em São Paulo as 11 da manhã (não e horário de pico) e descer por exemplo na Vergueiro você pagaria U$2.15 mas se você descer no Carandiru paga U$3. Gente eu uso SP como exemplo pois sou de lá.

Eu levei dois dias mais ou menos para me habituar ao sistema… depois fica fácil. Em cada estação tem uma tabela com valores atualizados a partir da estação de onde você vai embarcar para todas as outras do sistema. Então caso seu cartão esteja sem crédito e você vai ate a estação Smithsonian por exemplo e você esta na estação Ballston vai dar mais ou menos uns U$2.20. Vocêsó  tem que ir até a máquina e adicionar seu suado dinheirinho. Abaixo tem um mapa da malha metroviária de DC e arredores para vocês visualizarem melhor.

metro map

Credito: http://www.wmata.com

Este mapa não esta tão atualizado não gente, falta a linha Silver (Prata) que é quase igual a linha laranja. Mas já dá pra ter uma ideia.

A grande maioria das atrações que você quer visitar em DC está na linha laranja/azul/prata entre as estações Foggy Bottom até Stadium-Armory. O Ronald Reagan National Airport é servido pelas linhas Azul/Amarela pela estação de mesmo nome. O melhor shopping da cidade está na linha Prata e fica na estação Tysons Corner e por aí vai.

A título de curiosidade para quem curte um mapa como eu, a estação Rosslyn é a primeira estação do estado da Virgínia para quem esta vindo de DC. E do outro lado do Rio Potomac quem sai de Virgínia em direção a DC a primeira estação é a Foggy-Bottom.

Eu curto muito andar de metrô, apesar de eles estarem passando por um processo de reforma que vai durar um ano a contar do próximo sábado 04/06/2016. No metrô, você consegue prestar atenção no cotidiano das pessoas que realmente moram aqui e observar a interação dos Washingtonians com os turistas ou estrangeiros que moram aqui. Sem contar que é uma ótima oportunidade de se ver livre do estresse de dirigir num outro país. Eu particularmente não me sinto a vontade em virar a esquerda aqui, pois sempre acho que o carro que vem no sentido contrário vai bater no meu carro em cheio uma vez que em SP não viramos à esquerda…

Há também a opção de andar de bicicleta pelo sistema de compartilhamento de bicicletas igual ao que o Bradesco tem em SP. Eu nunca usei, sei que tem um App quevocê  deve utilizar para liberar e você pode devolver em qualquer uma das estações que geralmente está perto de algum ponto turístico principal da cidade. Talvez seja uma opção para aqueles que além de fazer turismo querem se exercitar.

800px-Capital_Bikeshare_DC_03_2012_3651

Credito: commons.wikimedia.org

Enfim espero ter dado uma luz sobre transporte e acomodação por aqui. Se tiver alguma dúvida deixe no comentário que responderei.

A partir do próximo post vou começar a falar sobre o que vi por aqui e como agendar os passeios 😀

 

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

2

Pessoas comentaram

EUA Washington

Como chegar em DC?

19 de Maio de 2016

Ta pensando em vir pra cá? Vou te contar como!

Você pode tanto voar diretamente para o aeroporto internacional de Dulles ou pode escolher fazer uma conexão em qualquer lugar e de lá voar para o aeroporto nacional Ronald Reagan. Pra quem conhece São Paulo, o Dulles seria como o nosso aeroporto internacional de Guarulhos, esta fora de DC e leva em média até uma hora de carro do aeroporto até a capital. Eu sei que o seu Google Maps vai te falar 28 minutos… mentira. É uma cidade grande, com um fluxo enorme de pessoas, entrar em DC pode ser bem chatinho uma vez que a cidade é cercada de rios, florestas e afins,  em alguns lugares o trânsito simplesmente afunila. Não chega a ser um pesadelo como São Paulo, mas congestiona. Já o aeroporto Ronald Reagan seria como o aeroporto de Congonhas e fica dentro da cidade, sendo atendido inclusive pelo metrô (ahhhh que delícia … cidades que conectam o aeroporto ao metrô sempre ganham o meu coração, vide Madri e DC S2).

Já voei para DC em vôo direto e já fiz conexão. Posso falar com propriedade sobre os dois.

Se você vier direto para Dulles o vôo é de aproximadamente 10 horas. Fiz umarápida  simulação para setembro numa data que não engloba feriado nem aqui nem no Brasil e o vôo direto pela United está por volta de U$780. Devo dizer que a internet neste aeroporto é SENSACIONAL. Já precisei esperar algumas horas por lá e até capítulo de novela eu assisti.

Caso você venha num vôo com conexão tenho algumas dicas. A primeira e mais importante da vida é evitar com toda a força do seu ser fazer conexão em Miami. O aeroporto internacional de Miami se tornou um grande Terminal rodoviário do Tietê. É humanamente desgastante fazer qualquer conexão ou desembarque naquele lugar. As últimas vezes que tivemos que passar por lá foi extremamente estressante. As filas são absurdamente quilométricas, porque aparentemente todas as pessoas do mundo entram por Miami nos EUA e de lá fazem conexões. É um inferno. FIM!

Eu super aconselho a quem puder vir use ou a Azul e faça conexao em Fort Lauderdale ou pela Air Canada e faça conexão em Toronto. A Air Canada além de ser a melhor cia que já voei na vida (e pra melhorar os vistos para brasileiros não são mais necessários, ebbbaaaaaaaa), aimigração  americana é feita em solo canadense. Como você passa pela imigração  americana no Canadá, sua entrada aqui é mamão  com açúcar. Entra pelo aeroporto nacional Ronald Reagan, pega a malinha e já sai do aeroporto vendo o Washington Monument no horizonte. Se quiser economizar o dinheiro do aluguel do carro, pegue o metrô dentro do aeroporto. Isso é vida.

Fiz uma simulação na decolar.com e vôos com conexão estão por volta de U$674. São 100 doletas de desconto em comparação ao vôo direto. É pra se pensar…

Eu particularmente prefiro voar com conexão e chegar no aeroporto nacional que é dentro da cidade. Se seu vôo chegar durante o dia então… é simplesmente mágico. Em fevereiro agora, cheguei após a nevasca Jonas e Washington de cima estava um espetáculo. Um tapete branco infinito. Sem contar que você pode ver o National Mall de cima. Lindo demais.

Aircraft At Ronald Reagan International Airport

Vista de DC do Aeroporto Nacional Ronald Reagan. Credito da foto Andrew Harrer para a Bloomberg.com

No próximo post vou falar sobre mobilidade em Washington. Como se locomover pela cidade e otimizar seu tempo e economizar dinheiro.
 

 

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

6

Pessoas comentaram

EUA Washington

Porque DC?

13 de Maio de 2016

O brasileiro quando pensa nos EUA pensa automaticamente no trecho Miami – Orlando – NY. Não o culpo… é o que nos é vendido por Hollywood. Quem não quer ver o Mickey? Quem não quer ir para uma praia fantástica e de quebra visitar um paraíso de compras sem fim? (Well… essa parte do paraíso está meio desatualizada uma vez que o real não está valendo muito ultimamente…). Quem não quer visitar NYC e suas ruas de prédios tão altos que dá torcicolo de olhar para cima?

Washington DC tem cada vez mais feito parte do imaginário mundial com seriados e filmes que falam sobre política. Quando se pensa em Washington, automaticamente conectamos a cidade com o poder político americano. Nao é pra menos, a cidade que era um pântano, foi escolhida para ser a capital do poder e assim foi construída.

Não o culpo por não querer visitar DC… afinal, o que fazer num lugar que não tem praia, que de dezembro a maio só faz frio, neva e chove, onde pessoas so falam sobre governo e afins? Engano seu… para aficcionados por História como eu ou amantes de museus terão em DC o seu destino dos sonhos.

Confesso que a cada dia que passa me apaixono perdidamente por esta cidade, mesmo enfrentando dias que acordo e olho para este céu cinzento sem fim e penso em ficar na cama o dia inteiro… Washington é um oásis de coisas legais para fazer.

Começarei uma série de posts sobre o que vi na cidade, como agendar e como chegar aos locais. Espero que um dia você tenha a oportunidade de conhecer DC e a apreciar tudo o que essa cidade linda tem pra oferecer.

 

IMG_1313

 

 

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram

EUA Washington

Washington

09 de Maio de 2016

Aqui estou na capital dos Estados Unidos da América. Nao vou mentir, estou apaixonada pela cidade. Tudo é grandioso, os prédios são apoteóticos, tudo respira história . Me sinto inconformada pelo fato de São Paulo não ter tanta história para contar e o pouco que temos não ser conservado pelo governo. Pretendo postar sobre as partes turísticas que já visitei por aqui, as mais famosas e as menos conhecidas. Já tenho muitas fotos postadas no meu Instagram sobre a cidade, mas agora pretendo escrever detalhes de cada local que eu visitar assim, caso você tenha interesse em vir para essa cidade fascinante saberá como e o que fazer para ir em cada local.

Fique ligado.

Compartilhe

Por Érica Brasilino

0

Pessoas comentaram